Logo Câmara Municipal do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 25 de Outubro de 2020
Fotos Câmara Municipal
Mapa do Site | Glossário Acessibilidade
esqueceu senha Preciso de ajuda
xxxxxxx

Comunicação

HomeComunicaçãoNotícias e Avisosdetalhes

Notícias e Avisos - detalhes

Legislativo instala CPIs que investigarão ações do Executivo municipal

 

 

 

 


30/09/2020

Nesta quarta-feira (30), a Câmara do Rio instalou duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), que vão investigar ações do Executivo municipal. Para a CPI que vai apurar suposto esquema de corrupção na Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, o "QG da propina", foram eleitos os vereadores Dr. Jorge Manaia (Progressistas) para presidente, e João Mendes de Jesus (Republicanos), para relator.


Na reunião, foram aprovados quatro requerimentos, apresentados pelo presidente Dr. Jorge Manaia. Entre eles, o requerimento que estabelece o envio de ofício ao Ministério Público para que este apresente cópia do teor do inquérito aberto, que culminou na delação de Sergio Mizrahy e na consequente investigação.


Fazem ainda parte desta comissão, como membros titulares, os vereadores Dr. Jairinho (Solidariedade), Átila A. Nunes (DEM) e Prof. Célio Lupparelli (DEM), e como suplente, o vereador Tarcísio Motta (PSOL).


Na parte da tarde, foi instalada a CPI que vai investigar denúncia da existência de um grupo chamado Guardiões do Crivella, representado por servidores públicos do município do Rio de Janeiro. Para presidente da comissão, foi eleito também o vereador Dr. Jorge Manaia, e para relator, o vereador Inaldo Silva (Republicanos).


Na reunião, foi aprovada uma minuta, que estabeleceu, entre outros pontos, o envio de um ofício com pedido de cópia da ficha funcional de todos os servidores citados em reportagens.


Os demais membros da CPI são os vereadores Teresa Bergher (Cidadania), Felipe Michel (Progressistas) e Átila A. Nunes (DEM), e, como primeiro suplente, o vereador Paulo Pinheiro (PSOL).


Nas próximas reuniões , os membros das duas comissões poderão trazer sugestões para os calendários e para os planos de trabalho. Após o recebimento das informações e documentos requeridos, serão definidos os nomes das testemunhas que participarão das oitivas.


O prazo de funcionamento das CPIs será de 120 dias, prorrogável por até 60 dias.


voltar topo

enviar por email gerar pdf imprimir   

ícone

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara:

©2011 Câmara Municipal do Rio de Janeiro créditos estatísticas

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara: