Logo Câmara Municipal do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 02 de Abril de 2020
Fotos Câmara Municipal
Mapa do Site | Glossário Acessibilidade
esqueceu senha Preciso de ajuda
xxxxxxx

Comunicação

HomeComunicaçãoNotícias e Avisosdetalhes

Notícias e Avisos - detalhes

Novas Comissões Parlamentares de Inquérito são instaladas

 

 

 

 

Foto: ASCOM

10/03/2020

CPI da Orla Rio


Os vereadores Fernando William (PDT), Marcello Siciliano (PODE), João Mendes de Jesus (REPUBLICANOS), Dr. Gilberto (PMN), Thiago K. Ribeiro (MDB), membros e Tarcísio Motta (PSOL) reuniram-se na tarde desta terça-feira (10) na Sala das Comissões da Câmara Municipal do Rio para a  instalação de uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O objeto da Comissão é investigar e apurar possíveis irregularidades no contrato de concessão entre o Município e a empresa Orla Rio Associados Ltda, relativo à instalação e a exploração de quiosques situados nas praias entre o Leme e a Prainha.


No encontro, os parlamentares decidiram, por unanimidade, que a presidência da Comissão ficará com Marcelo Siciliano. Já a relatoria ficará com o vereador Thiago K. Ribeiro. Também definiram as primeiras ações, entre elas, solicitar a Prefeitura o contrato de concessão com a Orla Rio, solicitar a empresa os contratos celebrados com os terceirizados (quiosqueiros),   informações sobre os valores dos aluguéis dos quiosques e da dívida relativa aqueles que estão inadimplentes, assim como, o programa de parcelamento  oferecido aos quiosqueiros para pagamento dos valores em atraso, além do cronograma de reforma e modernização desses espaços.


Os parlamentares decidiram ainda solicitar apoio técnico do Tribunal de Contas do Município (TCM). O prazo para a apresentação da documentação pela Prefeitura e a Orla Rio será de dez dias corridos.


 CPI do ISS dos Bancos


 A Câmara do Rio instalou mais uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na tarde dessa terça-feira (10). O objetivo é investigar possíveis fraudes e sonegação fiscal, especialmente relativos ao Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), de empresas de leasing, factoring e franchising que atuam na cidade. A suspeita é que as empresas realizem suas operações no Rio mas têm registrados seus CNPJ em outros municípios, que cobram alíquota inferior a 5%, o que, caracterizaria, manobra fiscal.


Foi eleito presidente da CPI o vereador Fernando William (PDT). Para a relatoria, foi eleito o vereador Dr. Jorge Manaia (SD). Os demais membros do colegiado são Átila A. Nunes (MDB), Dr. Gilberto(PMN) e Inaldo Silva (SD). Babá (PSOL) é o suplente.


Os parlamentares acordaram convocar servidores da Secretaria de Fazenda, do Tribunal de Contas do Município (TCM), profissionais do Conselho de Valores Mobiliários (CVM) e especialistas em operações financeiras para explicar à comissão os meandros do setor.


A CPI se baseia em comissão análoga instituída na cidade de São Paulo, que descobriu que os bancos Safra e Itaú simularam a sede institucional em outras cidades para se beneficiar de alíquotas menores de ISS. Os trabalhos multaram os bancos em cerca de R$ 4 bi, gerando o compromisso de pagamento imediato de R$ 900 milhões para os cofres do município.


"Se constatada a manobra fiscal, a CPI precisa cobrar a transferência das atividades das empresas para a cidade do Rio de Janeiro em, no máximo, 30 dias, sendo esse o norte dos trabalhos desta CPI", disse Fernando William.


Veja a entrevista com os presidentes das Comissões no facebook, link:



voltar topo

enviar por email gerar pdf imprimir   

ícone

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara:

facebook You Tube Instagram CMRJ Fotos Câmara Rio Twitter

©2011 Câmara Municipal do Rio de Janeiro créditos estatísticas

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara: