Logo Câmara Municipal do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 22 de Novembro de 2019
Fotos Câmara Municipal
Mapa do Site | Glossário Acessibilidade
esqueceu senha Preciso de ajuda
xxxxxxx

Comunicação

HomeComunicaçãoNotícias e Avisosdetalhes

Notícias e Avisos - detalhes

Leis facilitam a doação de sangue

 

 

 

 

Foto de:   Reprodução

07/10/2019

Os hemocentros realizam constantes campanhas para incentivar a doação de sangue. Entretanto, o estoque permanece baixo, sobretudo nos períodos de maior procura, como no Carnaval e nas festas de final de ano. Considerando que uma das barreiras para a doação é a dificuldade de deslocamento do doador até os postos de coleta, parlamentares da Câmara do Rio têm aprovado medidas que podem resolver esse problema.

Uma delas é a Lei n° 6.595/2019, de autoria do vereador Marcelino D’Almeida (PP), que cria um Centro Municipal de Coleta de Sangue na Área de Planejamento-5, localizada na Zona Oeste da cidade, incluindo os bairros Bangu, Campo Grande, Deodoro, Santa Cruz, Vila Kennedy, Realengo, entre outros.

O objetivo é colaborar para aumentar os estoques dos bancos de sangue na cidade para serem utilizados principalmente nos hospitais de emergência. O parlamentar defende que a criação do Centro Municipal de Coleta de Sangue na região vai incentivar e facilitar a ação, além de realizar exames obrigatórios para doadores e esclarecer dúvidas sobre a doação de sangue.

A medida ainda obriga a criação de um serviço telefônico para informações e agendamento das doações de sangue, para que o cidadão possa realizar a doação no dia e hora marcados.

O vereador Marcelino D’Almeida afirma que "uma das barreiras no trabalho realizado para o aumento das doações é a dificuldade de o doador se deslocar até os bancos de sangue para efetuar a doação. O medo e a falta de conhecimento ajudam os bancos de sangue a ficarem sempre vazios. Volta e meia os responsáveis pelos hemocentros aparecem dando entrevistas na televisão, quase pedindo pelo amor de Deus para as pessoas fazerem sua parte e darem um pouquinho daquilo que pode salvar inúmeras vidas. Um simples gesto pode ajudar muita gente". O parlamentar ainda destaca que o Centro Municipal de Coleta de Sangue pode realizar mutirões de doação em parceria com associações de moradores, organizações não governamentais, unidades do exército e sindicatos.

Outra medida para incentivar a doação é a criação do Sistema Móvel de Coleta de Sangue na estrutura da Secretaria Municipal de Saúde, conforme previsto pela Lei n° 6.556/2019, de autoria do vereador Rafael Aloisio Freitas (MDB).

O Sistema Móvel de Coleta de Sangue pode funcionar por meio de veículos transfigurados para esta finalidade. As ações visam a incentivar a doação de sangue e educar a população sobre o assunto.

O vereador Rafael Aloisio Freitas afirma que a quantidade de doadores de sangue no país ainda está longe do que Organização das Nações Unidas considera adequada. "Além do controle de qualidade e o devido acondicionamento, há ainda a dificuldade na aproximação do doador à doação de sangue", declara o parlamentar.


voltar topo

enviar por email gerar pdf imprimir   

ícone

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara:

©2011 Câmara Municipal do Rio de Janeiro créditos estatísticas

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara: