Logo Câmara Municipal do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 19 de Maio de 2019
Fotos Câmara Municipal
Mapa do Site | Glossário Acessibilidade
esqueceu senha Preciso de ajuda
xxxxxxx

Comunicação

HomeComunicaçãoNotícias e Avisosdetalhes

Notícias e Avisos - detalhes

Gestantes terão tratamento odontológico gratuito

 

 

 

 

Foto: Reprodução

12/03/2019

Uma das fases mais importantes na vida de uma criança é a gestação. É nesse período que todos os aspectos do corpo se formam, sendo o momento em que o feto está mais vulnerável a doenças e infecções obtidas pela mãe. Durante esta fase, a mulher precisa cuidar ainda mais de si mesma para preservar o bebê. Checar a saúde e o bom funcionamento de todas as partes de seu organismo é fundamental, e esse processo inclui a saúde bucal.
Pensando nisso, o vereador Dr. João Ricardo (MDB) apresentou e a Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou a Lei n° 6.462/2019, que institui o pré-natal odontológico na rede pública de saúde do Município do Rio. O programa consiste em exames e tratamentos odontológicos gratuitos para mulheres grávidas, que serão disponibilizados pela Prefeitura. A medida foi sancionada pelo chefe do Poder Executivo e já está em vigor.

Cuidar da saúde bucal faz parte do rito diário da higiene pessoal. Entretanto, poucos se dão conta da importância de manter esse cuidado durante a gravidez, pois um descuido pode provocar até mesmo um parto prematuro.
Especialistas advertem que na gravidez o organismo da gestante passa por uma grande variação hormonal – o que promove uma série de importantes alterações relacionadas à cavidade bucal. Entre elas, está a facilidade de desenvolvimento de gengivite, a hipossalivação e os enjoos matinais – que dificultam a higiene bucal. Tais alterações podem aumentar a incidência de cárie e desenvolver doença periodontal. Durante a gestação, é comum ocorrer também distúrbios gástricos, como refluxos, azia e ânsia de vômito, o que afeta o pH da boca, tornando-o mais ácido, afetando dentes, bochechas e gengivas.

O autor da Lei explica que doenças e complicações bucais podem, inclusive, acarretar abortos. "Sabemos que problemas nos dentes são uma porta aberta para todo tipo de infecção e contaminação. E o feto, por ser mais vulnerável, pode ser o maior prejudicado pelas infecções que daí advém. Portanto, a Prefeitura deve disponibilizar esse tratamento preventivo gratuitamente para a população mais pobre, como forma de garantir uma melhor saúde para os bebês e futuros cidadãos de nossa cidade", afirma.
Bons hábitos de higiene bucal e uma alimentação saudável também são pontos de partida para uma gestação segura. Além de reduzir o consumo de açúcar, é essencial fazer a escovação correta após as refeições, usar o fio dental e o creme dental com flúor. Vale ressaltar que a gestação não é a causa direta de problemas bucais. Contudo, as alterações hormonais que ocorrem neste período podem favorecer condições preexistentes e gerar desconfortos à mulher.


voltar topo

enviar por email gerar pdf imprimir   

ícone

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara:

©2011 Câmara Municipal do Rio de Janeiro créditos estatísticas

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara: