Logo Câmara Municipal do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 13 de Dezembro de 2018
Fotos Câmara Municipal
Mapa do Site | Glossário Acessibilidade
esqueceu senha Preciso de ajuda
xxxxxxx

Comunicação

HomeComunicaçãoNotícias e Avisosdetalhes

Notícias e Avisos - detalhes

Novo sistema de cobrança eletrônica em estacionamentos é tema de debate

 

 

 

 

Foto: ASCOM

22/11/2018

O vereador Alexandre Isquierdo (DEM), presidente da Comissão de Transportes e Trânsito, realizou um debate, nessa quarta-feira (21), para discutir o novo modelo de estacionamento rotativo, o CariocaParking.Rio, criado pela prefeitura, que permitirá ao cidadão comprar crédito para estacionar através do aplicativo. A reunião contou com a participação de guardadores preocupados com a possível diminuição de empregos e com a apresentação de técnicos da Secretaria sobre o projeto.


De acordo com a secretária municipal de Transportes, Virgínia Maria Salerno, é natural que a criação de um novo sistema de arrecadação preocupe a categoria. No entanto, a população demanda soluções mais modernas e eficazes, como as já utilizadas por outras cidades até mesmo menores que o Rio. Virgínia garante que a Prefeitura está comprometida com a manutenção dos postos de trabalho. "O prefeito sempre insistiu para não descartar o trabalho dos guardadores. A intenção é que vocês tenham uma rentabilidade maior e sejam regulamentados e incluídos no sistema. Certamente, os guardadores vão ficar com cerca de 70% do valor do ticket", afirmou a secretária.


O coordenador técnico de Planejamento, Eloir de Oliveira Faria, também destaca que a Prefeitura quer atender à demanda da população por um sistema mais moderno e, ao mesmo tempo, manter os guardadores. O coordenador esclarece que o ticket em papel será extinto e substituído por créditos eletrônicos. O sistema é usado em diversas cidades no Brasil e no mundo porque permite uma gestão mais eficiente, mapeando os locais com informações sobre vagas mais usadas e rotatividade. O crédito eletrônico também é mais cômodo para o consumidor, elimina os custos com a impressão dos papeis e reduz a evasão de receitas causadas por fraudes e falsificações. As medidas podem aumentar a arrecadação até quase o dobro da existente hoje.


De acordo com Eloir, os consumidores poderão adquirir os créditos eletrônicos por meio de três modalidades: via aplicativo, em ponto de venda fixo (postos de gasolina e bancas de jornal, por exemplo) ou em ponto de venda móvel (guardadores).


O vereador Alexandre Isquierdo afirma que a Comissão de Transportes e Trânsito está preocupada com a manutenção dos postos de trabalho e com a renda dos profissionais. "Há uma premissa do prefeito em se manter os guardadores em suas devidas áreas e com rentabilidade, mas estou preocupado. O guardador terá a concorrência contra o próprio aplicativo. Como é algo novo, nós não sabemos o que vai acontecer". O parlamentar destaca que a Guarda Municipal não terá efetivo suficiente para fiscalizar os pagamentos efetuados por meio de aplicativos ou pontos de venda fixos. Entretanto, os guardadores podem auxiliar na fiscalização, caso tenham acesso a uma consulta por meio da placa dos veículos estacionados.


voltar topo

enviar por email gerar pdf imprimir   

ícone

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara:

©2011 Câmara Municipal do Rio de Janeiro créditos estatísticas

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Palácio Pedro Ernesto
Praça Floriano, s/nº - Cinelândia - Cep: 20031-050
Tel.: (21) 3814-2121 | e-c@mara: